2

Almôndegas, shimeji, limão siciliano e capellini

A gente sai pra fazer supermercado todo fim-de-semana, sábado ou domingo. Sábado é mais cheio, mas tem a vantagem que dá para planejar um almoço mais elaborado para o domingo: às vezes você tem que deixar alguma coisa marinando de um dia para o outro. Domingo é quando deu preguiça no sábado, porque sábado dá vontade de dormir até mais tarde e preguiça também de cozinhar; e, afinal de contas, tem todos esses restaurantes por aí.

Esse foi um almoço de domingo, num dia de supermercado dominical. Almoço despretencioso. “Vamos aproveitar aquelas almôndegas do congelador?” Vamos. Mas como? Não queria molho de tomate. A preguiça era tanta que, mesmo diante de toda a oferta do supermercado a ideia não vinha muito clara. De repente eu vi, do meu lado esquerdo: cogumelos; do direito, limão. Pronto. Saiu esse negócio.

As almôndegas estavam congeladas, então se quiser saber como elas foram feitas, dá uma sacada no link. Aqui elas entram como ingrediente.

Ingredientes

– 1 limão siciliano. Corte metade dele em fatias muito finas. A outra metade você separa porque quer o suco.
– 1 colher de chá de açúcar.
– 2 colheres de chá de óleo.
– 300 g de almôndegas, mais ou menos.
– 1 cebola cortada em cubos.
– Salsa. Da salsa você quer os talos picados bem pequenos e depois as folhas separadas.
– 1 lasca de 8 mm de manteiga.
– 1 bandeijinha de shimeji branco (não lembro quanto pesa, mas é meio universal, vai.
– 2 dentes de alho picados em cubos muito pequenos.
sal.
– macarrão capellini para duas pessoas.

1) Arranje as fatias de limão em uma travessinha de cerâmica e coloque açúcar e um pouco de sal. Cubra com papel alumínio e mande isso para o forno. Por quanto tempo? Não sei, até você começar a sentir o cheiro delicioso do limão perfumando tudo ao seu redor (ou quase isso).

2) Numa frigideira grande, grossa e antiaderente, coloque um pouco de óleo e quando estiver bem quente coloque as almôndegas. 4 a 5 minutos de um lado e depois vira. A ideia é dar uma tostadinha de cada lado.

3) Quando tiver virado as almôndegas, entrando no terceiro minuto, espalhe a cebola e os talos de salsa nos espaços livres.

4) Quando a cebola estiver naquele estado dito transparente, mova as almôndegas e a cebola para a periferia da frigideira, abrindo um buraco no meio. Coloque a manteiga para derreter nesse centro. Assim que ela derreter, ponha o shimeji do jeito que ele está bandeja. Ou seja, vire-o na sua mão e coloque-o na frigideira com a parte de baixo em contato com a manteiga.

5) Retire suas rodelas de limão do forno e coloque-as cuidadosamente sobre as almôndegas. Se sobrar algum caldo, despeje sobre o shimeji. Aproveite este movimento e derrame o suco da outra metade do limão sobre o shimeji. Polvilhe um pouco de sal sobre o shimeji.

6) Calcule para que neste momento você já esteja com a água do macarrão fervendo. Ferva a água do macarrão com um pouco de sal. O macarrão cozinha muito rápido, então você só vai precisar dele no final. Coloque o macarrão e, assim que ele soltar um pouco da farinha na água (você vai sacar) pegue uma concha dessa água e despeje na frigideira, na região das almôndegas. A ideia é fazer um molhinho. Se tudo der certo, vai ter um pouco de amido para dar um efeito maneiro. Nessa hora você também vai por o alho na região das almôndegas (isso mesmo, cru).

7) Coloque a salsa sobre o shimeji e tampe a panela até o macarrão ficar pronto. Por “ficar pronto” entenda, terminar de cozinhar, escorrer, colocar na travessa em que você vai comer, arrumar a mesa, preparar a bebida etc.

Sirva com queijo ralado e seja feliz.

CarnesMassas

GuGomes • 20/04/2014


Previous Post

Next Post

Comments

  1. Trembom 19/05/2014 - 20:28 Reply

    Que ideia genial de combinar estes ingredientes. Ficou extremamente saboroso pelo que vejo. Amo o ‘seja feliz’. Boa semana!.

    • gugomes 19/05/2014 - 23:55 Reply

      Seja feliz!!

Deixe uma resposta