Couve-flor recheada & linguiça refogada

Outro dia me deu vontade de comer couve-flor. Nunca tinha tentado fazer antes. Eu queria assar no forno, mas não daquele jeito com creme, que a gente encontra nos restaurantes (que é gostoso). Para acompanhar, fiz um refogado de linguiça com repolho e assei umas batatas. Vou separar da seguinte forma: couve-flor + batatas e a linguiça.

Couve-flor recheada com batatas assadas

– 1 couve-flor com folhas
– 4 batatas pequenas partidas ao meio (com casca)
– 150 g de queijo canastra ralado
azeite de oliva
pimenta-do-reino
caraway (kümmel)
salsa desidratada
sal
– margarina 

Coloque a couve-flor e as batatas em uma panela e cubra com água. Leve ao fogo e deixe ferver por uns 5 minutos. Unte uma travessa com margarina (sem economizar muito; você vai manipular a couve-flor ali e ela vai pegar um pouco da margarina). Apoie a couve-flor na travessa e comece a colocar o queijo dentro dela, mas sem destruí-la. O melhor ponto de entrada é a base, próximo às folhas. Você afasta um pouco as folhas e vai enfiando o queijo com os dedos. Coloque o máximo que conseguir. Se você notar que entre as “flores” há algum espaço que você consiga abrir para por queijo aproveite-o.

Depois de recheada, posicione-a no meio da travessa e tente colocar mais queijo por cima dela. Note que eu disse “colocar” e não “polvilhar”. Se você tentar polvilhar, vai cair tudo.

Pegue suas meias batatas e faça cortes transversais no interior delas, o mais profundo que você conseguir sem atravessar a casca do outro lado. Eu separo os cortes em cerca de 5 cm. As batatas precisam ser pequenas, do contrário elas não cozinharão. Se for o caso, compense o tamanho no tempo de precozimento. Posicione as batatas com a casca virada para baixo ao refor da couve-flor. Depois despeje azeite por cima de cada uma delas e um pouco em cima da couve-flor. Polvilhe sal e pimenta-do-reino sobre tudo. Por fim, coloque salsa e caraway com cuidado em cima de cada batata.

Leve ao forno com temperatura média direto, sem cobrir. O ponto vai ser quando as batatas estiverem cozidas, o queijo derretido e as pontas da couve-flor ficarem tostadas.

Linguiça refogada com repolho

– 400 g de linguiça tropeira fresca light (coisa de minas; pode ser uma linguiça qualquer que você goste com pouca gordura)
– 1/2 repolho pequeno, cortado em fatias
– 2 cebolas cortadas em rodelas finas
– 1/2 copo de molho inglês
– 1 colher de chá de páprica doce defumada
– 1 colher de chá de páprica picante defumada
– 1 colher de sopa de ketchup
– 1 colher de sopa de mostarda
– 1 colher de sopa de mel
sal
pimenta-do-reino
sementes de erva-doce 

Esse é o tipo do negócio que ninguém bota fé quando vê os ingredientes, mas que fica muito gostoso. Dizem que ketchup e mostarda é coisa de barraquinha de cachorro quente. Eu discordo. Eu fui fazendo isso em paralelo com o preparo da couve-flor. Primeiro tire a pele da linguiça e remova os pedaços grandes de gordura que porventura ainda existam. Depois coloque em uma panela com um fiozinho de óleo e deixe sair a água e cozinhar até queimar o fundo da panela (sem dó, é pra ficar quase preto).

Nesse ponto, pegue um pouco de água quente (pode ser da água da couve-flor) e coloque na panela da linguiça. Muito cuidado porque pode espirrar. Use uma tampa para conter a primeira espirrada. Depois misture bem até tirar a maior parte da borra, naquele processo que já explicamos algumas vezes. Coloque então a cebola, o mel, a erva-doce, um pouco de sal e misture bem. Deixe formar uma segunda borra. Repita o processo da água e adicione o restante dos ingredientes. Vá cuidando do seu refogado, misturando e vendo a quantidade de molho que você deseja. Se for o caso coloque um pouco mais de água até dar o ponto desejado.

CarnesReceitas

GuGomes • 12/10/2011


Previous Post

Next Post

Deixe uma resposta