3

Galinhada indiana

Desde a nossa última galinhada, estou com a ideia de criar uma versão com temperos indianos. Tipo uma fusão indo-mineira. A segunda parte da inspiração vem de uns mexidos indianos que a gente come no excelente restaurante Buffet Bhagwan aqui de Belo Horizonte, que para mim tem a melhor comida indiana, das que eu experimentei no Brasil (importante citar que eu nunca estive na Índia). Já vou avisando que o lugar é simples; nada daqueles indianos afrescalhados que tem em São Paulo.

Mas enfim, como eu ia dizendo, eles têm uns mexidos com os mais variados temperos e sabores, com carne de cordeiro, se não me engano frango e camarão também. Perfeito para uma galinhada. Se você quiser reproduzir essa façanha, você vai precisar de:

– 400 g de sobrecoxas de frango sem pele (mas compre com a pele e separe uma delas)
– 1 xícara de arroz
– 12 quiabos picados em rodelas finas
– 1 maço pequeno de cebolinhas picado em rodelas
– 1 cebola picada em cubos
– 1 pedaço (de uns 4 cm mais ou menos) de gengibre picado em cubos
– 1 pimenta (forte e bem cheirosa; usei a minha proverbial conserva de bico doce; 1 1/2)
– 2 colheres de sopa de curry
– 1 colher de chá de cominho
– 3 colheres de sopa de coentro seco
– 1 colher de chá de semente de mostarda clara
– 1 colher de chá de semente de mostrar escura
– 5 folhas de louro
– 4 cravos
sal
colorífico ou algum outro corante a gosto

É o consagrado processo de fritar o frango até dar uma queimadinha. O segredo, conforme eu já entrei em detalhes é usar a pele que você separou como o óleo da fritura. Tem todo o lance da água para ir soltando os ossos e tal (vejam lá no outro post).

A diferença começa quando der o ponto do frango. Coloque o gengibre e a cebola, normal. Mas, assim que ela começar a ficar transparente, coloque os temperos, exceto a cebolinha. Junte tudo, misture bem com um pouco de água e coloque o arroz e o quiabo. Adicione água (no final tem que ficar em torno de 1 1/2 xícara) e espere o arroz ficar bom. Tão simples quanto isso. Quando ficar bom, tire do fogo, cubra com a cebolinha e delicie-se!

CarnesReceitas

GuGomes • 07/09/2011


Previous Post

Next Post

Comments

  1. Mariza Monteiro Borges 07/09/2011 - 17:18 Reply

    Gustavo,
    Essa parece boa, vou testar com os seus temperos mas não abrirei mão do açafrão brasileiro que uso na galinhada tradicional e acho mais saboroso que o coloral (colorífico).
    Mariza

  2. guslaet 08/09/2011 - 00:47 Reply

    Eu tinha esqueci do gengibre. O crédito pela lembrança fica para o Roberto que, ao repassar a receita no Facebook, sugeriu que se usasse gengibre também. O que de certa forma prova que a gente acertou… 🙂

  3. Mexido de cordeiro de inspiração indiana «

Deixe uma resposta